o riachense

TerÁa,
24 de Abril de 2018
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Ana Paula Lopes

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF
 Excluídos digitais
  
A problemática da exclusão digital é uma das consequências (talvez a mais desafiante) da explosão na evolução tecnológica dos nossos tempos. A expressão é usada como referência a um conjunto lato de cidadãos que ficaram à margem da utilização das tecnologias de informação e das redes digitais. 
Contudo engana-se quem acha que os exclu√≠dos digitais s√£o apenas aqueles que n√£o t√™m equipamentos ou n√£o t√™m acesso √† rede. Na realidade este fen√≥meno √© muito complexo e envolve outras vari√°veis e condicionantes que s√£o menos evidentes. Uma forma de se ser exclu√≠do esconde-se nos indiv√≠duos que t√™m equipamentos, est√£o conectados √† rede e n√£o sabem como combinar e usar os softwares e a Web no seu quotidiano. Contempla-se aqui indiv√≠duos que usam o tablete para ir ao facebook mas n√£o conseguem submeter a declara√ß√£o de rendimentos electronicamente, jovens que jogam on-line com os seus amigos, que descarregam videojogos, os mais recentes filmes que ainda h√° poucos dias sa√≠ram das salas de cinema e as suas m√ļsicas preferidas mas que n√£o conseguem utilizar devidamente o Office e que t√™m dificuldades em carregar um ficheiro numa plataforma do seu estabelecimento de ensino. Consultam as novidades musicais e cinematogr√°ficas e v√™em televis√£o no port√°til mas deixam o e-book a ganhar p√≥ na estante e raramente consultam f√≥runs abertos pelos professores na plataforma. Na mais recente revis√£o curricular do ensino b√°sico, o Minist√©rio da Educa√ß√£o reduziu o n√ļmero de horas destinadas √†s Tecnologias da Informa√ß√£o e da Comunica√ß√£o. Um dos clich√©s mais frequentemente usados √© que os jovens deste tempo dominam perfeitamente a tecnologia. Ser√° mesmo assim?¬†
A ilus√£o criada naqueles que usam apenas o mundo digital numa perspectiva mais l√ļdica e intuitiva √© perigosa num tempo em que a administra√ß√£o central come√ßa a privilegiar uma rela√ß√£o digital com os cidad√£os. N√£o ser√° uma forma de exclus√£o um indiv√≠duo levantar-se √†s seis e meia da manh√£ para enfrentar uma fila √† porta da Seguran√ßa Social enquanto outros fazem a prova escolar dos filhos sentados no sof√° com o port√°til no colo? A utiliza√ß√£o da rede pelas institui√ß√Ķes para facilitar a rela√ß√£o e contacto com os seus utentes e associados faz todo o sentido nos nossos dias. Reduz claramente o inc√≥modo dos cidad√£os e acelera os processos, minimiza custos e poupa horas de trabalho aos servi√ßos mas quando usada pelo pr√≥prio Estado deveria ser de igual acesso para todos. Ser√° mesmo? Para al√©m daqueles que n√£o usam os servi√ßos porque n√£o t√™m internet devemos considerar tamb√©m todos os outros que n√£o tiram proveito desta ferramenta porque n√£o sabem faz√™-lo ou n√£o t√™m confian√ßa/seguran√ßa nesta forma de tratar de assuntos que envolvem informa√ß√£o pessoal e aspectos muito importantes das suas vidas.¬†
Como sociedade devemos considerar esta problem√°tica e pensar formas de assegurar igualdade digital. Esclarecimento e conhecimento. Seguran√ßa, protec√ß√£o de dados e privacidade, confian√ßa. √Č urgente atingir estas metas. N√£o ser√£o as escolas e centros de forma√ß√£o p√ļblicos e outras institui√ß√Ķes da administra√ß√£o central (e local) o espa√ßo privilegiado para se aprender e desenvolver compet√™ncias digitais que v√£o para al√©m do uso l√ļdico da net e dos computadores?¬†

Actualizado em ( Segunda, 14 Outubro 2013 14:20 )  
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria