o riachense

Segunda,
28 de Novembro de 2022
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Atlético continua a afundar-se na tabela

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Campeonato Nacional de Seniores - Série F
Não há meio de o Atlético Riachense desbloquear na classificação e, a cada domingo que passa, a situação tende a acinzentar-se cada vez mais.
No último jogo, em casa frente ao Caldas, a turma de Pedro Monserrate voltou a perder (0-2) e, pior que o resultado, é que a equipa não mostrou capacidade para mais, revelando fragilidades defensivas graves. Nos seis jogos já disputados, o Atlético sofreu 16 golos, contra apenas cinco marcados. É um registo muito mau, mesmo para quem aspira apenas a lutar pela manutenção.
A juventude de alguns jogadores, num campeonato tão forte como este, ajuda a perceber algumas fragilidades, mas não explica tudo. Há adversários que estão ao alcance, mas mesmo frente a esses, os alvi-negros não conseguem resultados positivos. Parece que falta aqui um triunfo que abane as mentalidades e desperte a força anímica na equipa.
Quanto aos restantes emblemas do distrito, o Fátima, após a chicotada psicológica e com a SAD já a funcionar, continua interessado na luta pelos lugares da frente, mas a derrota em Mafra criou diferenças maiores para o cimo da tabela.
O Alcanenense, segue na zona meã da tabela e por este andar a manutenção é um objectivo que não parece difícil de concretizar.
Nos próximos dois domingos, dia 27 e dia 3 de Novembro, o Atlético desloca-se à Lourinhã e recebe o Torreense e, no mínimo, tem que pontuar em ambos os jogos, pois caso contrário instala-se a “espiral recessiva”, para utilizar um termo agora muito em voga, e fugir da cauda da tabela passará a ser uma tarefa ciclópica.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária