o riachense

SŠbado,
27 de Fevereiro de 2021
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Publicidade gratuita

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF
Edição 739 - 22 de Fevereiro

A Feira Medieval é um evento pesado em termos financeiros para a autarquia, afirmou Pedro Ferreira no lançamento da quinta edição, que se realiza em Junho deste ano. São 100 mil euros do erário municipal gastos na organização da feira, contratada à Turrisespaços.
 
A forte aposta e a elei√ß√£o da feira como o ‚Äúevento cultural mais importante‚ÄĚ do concelho obrigam ao cont√≠nuo crescimento do evento, que nunca ser√° auto-sustent√°vel em termos financeiros, e por isso, percebe-se que tal dependa tamb√©m de uma maior estrat√©gia de comunica√ß√£o e atrac√ß√£o de p√ļblicos. P√ļblicos n√£o s√≥ externos, os turistas, mas tamb√©m internos, especialmente se atendermos ao programa de financiamento europeu que lhe deu arranque em 2011, cujo prop√≥sito era desenvolver a vertente imaterial do processo de revitaliza√ß√£o do centro hist√≥rico, em particular atrav√©s do envolvimento da comunidade e o real regresso das pessoas ao centro da cidade.
 
Ora, na presta√ß√£o de contas das feiras medievais observa-se sempre uma boa fatia do or√ßamento gasta com publicidade, para divulgar o evento, em jornais regionais, nacionais, televis√Ķes e ecr√£s das caixas multibanco. Contudo, os jornais do concelho nem um tost√£o viram.
 
No lançamento da feira deste ano, voltou a ser anunciado que apenas vai ser gasto dinheiro nos mesmos divulgadores e que aos jornais locais vai ser pedida… publicidade gratuita.
 
N‚ÄôO RIACHENSE guiamo-nos por crit√©rios de interesse jornal√≠stico e de informa√ß√£o da regi√£o, por isso n√£o podemos deixar de dar as not√≠cias. No entanto, a cont√≠nua decis√£o de n√£o colocar publicidade nos jornais locais leva-nos a recusar qualquer pedido de divulga√ß√£o gratuita ou de colabora√ß√£o que v√° para l√° desse nosso papel enquanto jornal local, e a denunciar a continuada pol√≠tica de chulice que a Turrisespa√ßos e a C√Ęmara fazem aos jornais do concelho - pelo menos a alguns - enquanto esbanjam milhares e milhares de euros em campanhas e promo√ß√Ķes noutros jornais e suportes publicit√°rios que mais n√£o servem que para mostrar a sua snobice e manias de grandeza.
 
Ao contr√°rio do nosso desejo, a C√Ęmara terminou a sua rela√ß√£o comercial com o jornal h√° v√°rios anos, n√£o fomos n√≥s. A proposta de publicidade gratuita de um evento financeiramente pesado para a C√Ęmara traz √≥bvios proveitos √† organiza√ß√£o do evento, mas ao jornal que a faz n√£o traz qualquer proveito.¬†

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria