o riachense

Quarta,
16 de Agosto de 2017
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Atlético outra vez no pára-arranca

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Vitória frente ao rival após derrota em Rio Maior
 
1ª divisão distrital
 
Duas vitórias consecutivas (em Abrantes e com o Amiense) não bastaram para os alvi-negros ganharem a embalagem suficiente para lançarem a equipa definitivamente para os lugares cimeiros.
Logo no jogo seguinte a turma de Mário Nelson escorregou em Rio Maior, regressando a um sistema de pára-arranca que exaspera os adeptos.
Todabioa, recompôs-se a tempo de conseguir um saboroso triunfo sobre os vizinhos de Torres Novas, paras delícia dos seus adeptos que vivem estes jogos com outra pica.
Esperemos que não seja sol de pouca dura…
Na tabela, o quinto lugar, a par dos Caixeiros, sabe a pouco, mas a distância para os riomaiorenses, que seguem no terceiro posto, é de apenas dois pontos, coisa recuperável num único jogo.
O problema está em chegar mais acima pois o Fátima e o Cartaxo estão imparáveis e, semana após semana, vão ganhando maior vantagem sobre os perseguidores, onde se inclui também os torrejanos, nesta altura no quarto lugar.
Por falar nos amarelos, as agruras do campeonato estão a chegar para a turma liderada por Pedro Monserrate. Depois das derrotas em Amiais de Baixo e Riachos, vão agora receber o Cartaxo, o que será sempre um osso duro de roer, e a deslocação seguinte a Almeirim também não se pode dizer que seja fácil.
Voltando aos alvi-negros, o calendário impõe-lhes a deslocação a Ourém no próximo domingo e a seguir recebem o Cartaxo, o que deixa perceber que também os espera uma quinzena cheia de obstáculos.
Mas, nisto do futebol não há vencedores antecipados e é dentro das quatros linhas que se vê quem são os melhores. Por isso há que acreditar que nas capacidades da equipa. E isto é valido quer para os riachenses quer para os torrejanos.
Actualizado em ( Terça, 17 Novembro 2015 12:55 )  

Opinião

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?

 

João Triguinho Lopes

A grande feira de todas as contradições