o riachense

TerÁa,
04 de Outubro de 2022
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

José Moreira

Enviar por E-mail Vers√£o para impress√£o PDF

Se eu fosse o presidente da Junta

"No que respeita ao ambiente, aí estamos péssimos.Não é aceitável que em certos dias boa parte da população de Riachos não possa abrir as janelas"

 

Interrompo os temas habituais para responder a um desafio que me lançaram. Como orgulhoso cidadão riachense, se fosse presidente da junta, o que é que me propunha fazer num mandato de quatro anos? Ora vamos lá…

Estou convicto que qualquer localidade que pretenda prosperar tem que preencher os seguintes requisitos:
1) Possuir um tecido empresarial que permita gerar emprego e riqueza;
2) Disponibilizar uma oferta de habitação variada e competitiva;
3) Ter um enquadramento geográfico, urbanístico e ambiental apelativo;
4) Estar dotada das infra-estruturas sociais desej√°veis para os padr√Ķes de vida actuais;

No que respeita ao tecido empresarial, o futuro presidente da junta pode e deve exercer toda a press√£o para desbloquear, promover e dinamizar as duas zonas industriais (Este e Oeste) que ‚Äúdiz-se‚ÄĚ existirem em Riachos. Com bons acessos rodovi√°rios e ferrovi√°rios e localizadas a 10 minutos da A23 e do futuro IC que ligar√° Almeirim a Tomar, s√≥ por total in√©pcia √© que estas zonas industriais ainda n√£o se tornaram num local de excel√™ncia para a fixa√ß√£o de muita e boa ind√ļstria. Como Riachense, solicito dinamismo.

Para que haja oferta de habita√ß√£o interessante e a pre√ßos justos, pede-se que o pr√≥ximo presidente da junta apenas exija √† c√Ęmara de Torres Novas que cumpra a Lei. Para os menos atentos, Riachos est√° ref√©m de um PDM da d√©cada de 80, quando este devia ser revisto por lei a cada 10 anos! Mesmo a suspens√£o do PDM deixa-nos nas m√£os da subjectividade e generosidade de quem apreciar o processo, reduzindo a transpar√™ncia e a vontade de construir. O que toda esta situa√ß√£o provocou, foi que os pre√ßos das casas dispararam nos √ļltimos anos na nossa vila, sendo hoje mais barato ir comprar uma casa ou um terreno √† Goleg√£ ou mesmo ao Entroncamento. Como Riachense, solicito o cumprimento da lei para se p√īr fim √† especula√ß√£o.

O enquadramento geogr√°fico de Riachos √© do melhor que pode haver, quer a n√≠vel nacional, quer regional (confrontamos com Torres Novas, o Entroncamento e a Goleg√£). √Č importante promover o di√°logo com as tr√™s c√Ęmaras, congregar sinergias e tirar partido disso.
Em termos urbanístico, temos que reconhecer que Riachos não é uma vila particularmente bonita, ou com casas de bela traça (nalgumas zonas pelo menos). O futuro presidente pode no entanto interceder junto dos moradores e lançar uma campanha para tentar harmonizar a pintura das fachadas entre casas contíguas.

No que respeita ao ambiente, a√≠ estamos p√©ssimos. N√£o √© aceit√°vel que em certos dias boa parte da popula√ß√£o de Riachos n√£o possa abrir as janelas, devido aos cheiros emanados da f√°brica do √°lcool. √Č justo reconhecer que a situa√ß√£o j√° foi pior mas tamb√©m √© verdade que as liberdades de uns acabam onde come√ßam os direitos de outros. Ningu√©m est√° acima da lei. Como Riachense, solicito diplomacia, arg√ļcia e coragem.

Por √ļltimo, no que respeita a infra-estruturas, acho que Riachos at√© est√° bastante bem apetrechado (temos jardins-de-inf√Ęncia, escolas de 1¬ļ, 2¬ļ e 3¬ļ ciclo, centro de dia, centro de sa√ļde, pavilh√Ķes desportivos‚Ķ). Falta-nos no entanto um moderno parque infantil, de prefer√™ncia com um bom jardim de apoio, onde os jovens pais possam proporcionar bons momentos aos seus filhos. Este √© um factor a ter cada vez mais em conta quando os casais est√£o √† procura de casa. Quer se aproveite o prometido Jardim de Riachos, quer se escolha outra localiza√ß√£o, acho que j√° merec√≠amos algo parecido com o Jardim das Rosas em Torres Novas. Como Riachense, solicito tenacidade e capacidade de negocia√ß√£o.

Lan√ßo assim algumas ideias e algumas caracter√≠sticas que acho importante que o pr√≥ximo presidente da junta tenha. Espero sinceramente que o pr√≥ximo presidente se reveja nestas linha de pensamento e venha com muita energia para abanar as coisas. Seguramente vai precisar. Sauda√ß√Ķes e votos de √™xito.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opini√£o

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, sen√£o concorro!

 

Jo√£o Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria
Faixa publicit√°ria