o riachense

Quarta,
01 de Fevereiro de 2023
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Uma prenda de anos invertida

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

 

 

A Associação de Futebol de Santarém vai devolver o valor de uma taxa de jogo a cada clube.

Foi no discurso das comemorações do 86.º aniversário da Associação de Futebol de Santarém, no passado dia 19 de Novembro na nova sede, que o presidente Rui Manhoso deu a prenda aos clubes de futebol inscritos em competições daquela associação organizadora.
O valor, "oportunamente creditado", corresponde a uma taxa de jogo, por cada clube e cada escalão, sendo que as equipas em provas nacionais, receberão o equivalente à mais alta taxa da competição distrital, no respectivo escalão (seniores, juniores, juvenis, iniciados, infantis ou escolas).
“É um gesto da AFS, na tentativa de ajudar os seus filiados numa altura em que a situação financeira da grande maioria dos clubes não está a atravessar um bom momento”, refere o comunicado oficial, que conclui que a medida extraordinária vai custar aos cofres da associação, cerca de 8 000 euros. Este valor não é suficiente para causar mossa nas finanças da Associação, pois este é “um investimento e não uma despesa”.

 

Actualizado em ( Quarta, 24 Novembro 2010 16:03 )  
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária