o riachense

Quarta,
01 de Fevereiro de 2023
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Monsanto campeão

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
3ª Divisão Nacional - Série D
Atlético com objectivos cumpridos

Terminado o campeonato, o Monsanto venceu a série D e está de regresso à 2.ª Divisão Nacional. Nada mais merecido para a equipa da aldeia de Monsanto, treinada por Rui Gorriz, que garantiu o título e a promoção apenas na última jornada, depois de andar a perder pontos durante quatro semanas. A vitória no Municipal de Alcanena frente ao Nogueirense foi clara, um desafio bom de ver em que estava uma época inteira em jogo para as duas equipas. Na época que vem, o Monsanto reencontra o Fátima na 2.ª Divisão Nacional, uma vez que o clube do padre Pereira desceu da Liga.
O Atlético Riachense, com objectivos mais modestos, conseguidos muito cedo, teve também uma prestação muito boa, mesmo levando em conta a menos conseguida fase final. A turma treinada por Nando Costa esteve brilhante na fase inicial, sempre entre os melhores e a liderar a classificação durante algumas semanas, mas, em parte por causa do esforço inicial, entrou nos últimos dez jogos muito desgastada e acabou por pagar no campo a factura desse esforço anterior.
Foi uma fase final modesta a dos alvi-negros, que em dez jogos venceram apenas um, precisamente o Monsanto, em Alcanena, e registaram três empates caseiros, frente ao Monsanto, Nogueirense e Académico de Viseu.
Nas últimas três jornadas o único resultado positivo foi a recepção ao Ac. Viseu, em que a divisão de pontos foi o resultado ajustado para um jogo rijamente disputado de parte a parte.
A derrota tangencial em Nogueira do Cravo não deslustra, apesar de, também aqui o empate talvez espelhasse melhor o que se passou dentro das quatro linhas.
Finalmente o desaire caseiro frente ao Sourense na derradeira jornada ficou claramente a dever-se à inépcia dos atacantes riachenses que desperdiçaram uma boa meia dúzia de ocasiões soberanas para marcar e viram um resultado que lhes era favorável desde o primeiro minuto ser voltado ao contrário pelos sourenses durante a segunda metade do jogo.
Contas arrumadas, o Atlético cumpriu, dentro dos relvados, o objectivo a que se propôs, que foi o de garantir a manutenção na 3ª Divisão Nacional.
Todavia, a crise directiva que o clube atravessa, como se pode ler noutro local desta edição, pode comprometer esse resultado desportivo alcançado com todo o mérito por um grupo de jogadores e técnicos excepcionais. É que a eventualidade de não aparecer um grupo de sócios com a força suficiente para agarrar os destinos do clube e conseguir os recursos financeiros necessários, pode levar o Atlético a desistir da 3ª Divisão e a ver-se obrigado a disputar a Divisão Secundária distrital.
 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária