o riachense

Quarta,
01 de Fevereiro de 2023
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Torres Novas e Ferroviária arrancam na frente

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Divisão principal

Não podia ter começado melhor o Desportivo, que foi à Moçarria estrear o novo sintético e ganhar o jogo, com golos de Pereira e João Magalhães.
Dificilmente os amarelos teriam jornada mais proveitosa. Para ajudar à festa dos torrejanos, o Amiense, tido como um dos adversários directos na luta pelo título, foi surpreendido em casa pelo Benavente, e o Fazendense, outro dos que querem estar na luta, não foi além do empate em Ourém.

O Alcanenense venceu à justa em Tomar e o Ferroviária foi roubar os três pontos a Vila Chã de Ourique, o que abona a favor dos entroncamentenses, confirmando que há por ali uma bela equipa.
A derrota do Mação no Porto Alto não deixa de ser surpresa, já que os maçaenses também reforçaram muito o seu plantel, daí que se esperasse mais.
Está tudo muito no princípio, mas candeia que vai à frente alumia duas vezes, e torrejanos e entroncamentenses já estão no grupo que lidera, o que é sempre bom.
Na próxima jornada os torrejanos recebem o Ouriquense e novo triunfo é o mínimo que se pode exigir aos comandados de Frederico Rasteiro.
Já ao Ferroviária cabe-lhe receber a visita do U. Tomar no complexo do Bonito. Face aos resultados da primeira ronda, teremos que considerar que o favoritismo pende para os vizinhos do Entroncamento, mas há que esperar um joguinho bem renhido.
O Fazendense-Amiense é um jogo que promete, até porque os de Amiais de Baixo não podem perder sob pena de começarem a ver o título pelos binóculos.
Na jornada de 2 de Outubro, a terceira, o Ferroviária volta a jogar em casa, desta vez com o Torres Novas, a quem vão querer colocar a primeira pedra na engrenagem, vamos ver se são capazes.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária