o riachense

Quarta,
01 de Fevereiro de 2023
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Atlético afunda-se na tabela

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

3ª Divisão Nacional – Série D
O Atlético Riachense continua sem acertar as agulhas e vai caindo tabela abaixo, ocupando agora a penúltima posição com um único ponto conquistado em quatro jogos e apenas à frente do Ginásio de Alcobaça que regista três derrotas em outros tantos jogos.

O panorama não está a ficar nada famoso para Meszaros e os seus pupilos. Na quinzena que passou foram duas vezes derrotados, ambas em casa. Primeiro pelo Tocha com um esclarecedor 4-0 e no domingo que passou foi o Marinhense que veio a Riachos fazer estrago.
Em cinco jogos oficiais, contando com o da Taça de Portugal, os alvi-negros marcaram apenas um golo, no jogo com o Peniche.
É muito pouco, mesmo para uma equipa constituída na sua maioria por jovens. Há jogadores bons na equipa, não temos dúvidas disso, mas falta-lhes muita coisa para singrarem no futebol. E o que mais se nota é que aparentam nem sequer se saber posicionar em campo. Os erros, ao princípio compreensíveis, começam a tornar-se demasiado recorrentes. O futebol apresentado, é preciso dizê-lo, não tem qualidade e a eficácia é nula.
Na série D quem comanda é o Pampilhosa que, mesmo folgando neste domingo acabou por ganhar indirectamente aos principais adversários que não foram além do empate, como foi o caso do Benfica de Castelo Branco frente ao Beneditense, do Sp. Pombal no Bombarral e do Peniche na Tocha.

Domingo é o Alcobaça
No próximo domingo o Atlético volta a jogar em casa, desta vez com o lanterna vermelha, o Ginásio de Alcobaça. É uma ocasião soberana para alcançar o primeiro triunfo da prova e começar a aliviar a equipa das sombras cinzentas que sobre ela pesam.

 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária