o riachense

Quarta,
08 de Fevereiro de 2023
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Atlético joga melhor, mas continua a perder

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
3ª Divisão Nacional – Série D

Já lá vão nove jogos, contando com o da Taça, e o Atlético continua a marcha-atrás. Sem conseguir um triunfo que seja, para amostra.
A chicotada psicológica ocorrida no início do mês, com a saída de Meszaros e a entrega do comando da equipa a Monserrate, ainda não surtiu os efeitos desejados, mas numa coisa parece ter resultado. A equipa melhorou bastante e agora joga à bola que se farta, já não parece aquele grupo de jogadores perdidos em campo, sem tino nem ambição.
Claro que isto só, não chega, são precisos pontos. E o tempo urge.
Nos dois jogos mais recentes, na Pampilhosa do Botão e em casa com o Sp. Pombal, a equipa mostrou que sabe jogar à bola e pode-se mesmo dizer que saiu injustiçada pelo resultado, pois não merecia perder nem um, nem outro jogo.
Todavia, isso não consola os adeptos que querem ver materializada em golos a capacidade que a equipas mostra de criar jogo e lances de ataque.
O regresso de Bruno Lemos ao miolo da equipa é uma boa notícia, tanto mais que vem preencher um espaço onde ela era carente e onde a criatividade faltava e na frente André Pereira também faz mexer aquele ataque no seu todo.
Falta agora começar a somar pontos para que o Atlético consiga sair do fosso onde está.
E, pelo que já se viu das equipas defrontadas até aqui, a turma alvi-negra tem valor suficiente para ficar à frente de muitas delas na hora de fazer as contas finais.
No próximo domingo o Atlético viaja até Soure, uma equipa forte, sem dúvida, mas que não é imbatível e que, em casa, ganhou apenas uma vez, registando ainda dois empates e uma derrota. Vamos lá a ver se o Atlético confirma as melhorias e arranca lá pelo menos o empate.
No domingo seguinte teremos nova interrupção neste campeonato aos solavancos.
 
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária