o riachense

Segunda,
25 de Junho de 2018
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A luz de Riachos

O inverno rigoroso trouxe à memória de alguns o tufão de 2010
Continuar...
 

2013 vai existir?

Quando na manhã do primeiro dia útil do ano os riachenses olhavam, estremunhados
Continuar...

Fechou-se um ciclo

Fechou-se um ciclo
Riachos é diferente. Não sei porquê. Lá fora inveja-se a Banda, o Rancho ou o Atlético. Mas também o bairrismo, que já viveu melhores dias. Assim como o jornal, o nosso jornal, que é único e por quem os leitores perguntam quando chega mais tarde à caixa do correio. 
Continuar...

CTT prejudicam riachenses

A juntar a tantas outras dificuldades que todos tivemos que enfrentar durante o ano findo, e como os nossos leitores infelizmente verificaram, a chegada do jornal o riachense às suas casas foi por diversas vezes atrasado de modo incompreensível e inaceitável, não só com evidente prejuízo para o próprio jornal como para todos os leitores, assinantes e anunciantes.
Continuar...

O que dizer sobre algumas coisas em que nos meteram?

A Câmara está muitíssimo endividada (perto dos 40 milhões), seguindo o conceito de gestão irresponsável, populista, ou utilizando um adjectivo agora mais exemplificativo, jardinista, de achar que não faz mal gastar o que não se tem, desde que se façam obras que elevem os responsáveis no palco político do desenvolvimento aparente.

Continuar...
Página 6 de 8
{highslide type="img" height="200" width="300" event="click" class="" captionText="" positions="top, left" display="show" src="http://www.oriachense.pt/images/capa/capa801.jpg"}Click here {/highslide}

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária