o riachense

Sexta,
17 de Novembro de 2017
Tamanho do Texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Café Central

Inauguração do Café Central

 
 
Inauguramos a rubrica Café Central em Julho de 2014. Nela, Carlos Tomé regressa ao estilo de escrita através da qual consegue recuperar pequenas memórias de gente de Riachos. Neste caso, trata-se de gente castiça que frequentou o Café Central no final da década de 1960 e em toda a década seguinte.
 
Toda a gente se lembra do Café Central, que era no sítio onde hoje está um banco. Mas ninguém, como o filho do dono, terá memórias tão marcantes.

Com base em pequenos acontecimentos, expressões ou características dos personagens, conhecidos de todos nem que seja pelo nome, Tomé vai ligando a narrativa a outras memórias de Riachos dessa época, numa mistura suculenta entre realidade e ficção. São histórias que resultam de uma visão pessoal mas baseadas em factos. Esperemos que desfrute tanto delas quanto nós.
 

Com a calma do costume

Com a calma do costume

Actualizado em ( Quarta, 11 Março 2015 10:20 )

Continuar...

Saiu uma ginja nos furos da Engrácia

Saiu uma ginja nos furos da Engrácia

Actualizado em ( Quarta, 11 Março 2015 10:17 )

Continuar...

Esta vida é uma porra imensa e absoluta

Esta vida é uma porra imensa e absoluta

Actualizado em ( Quinta, 05 Fevereiro 2015 12:06 )

Continuar...

Um sonho adiado

Um sonho adiado

Actualizado em ( Terça, 27 Janeiro 2015 23:17 )

Continuar...
Página 1 de 4

Opinião

 

António Mário Lopes dos Santos

Agarrem-me, senão concorro!

 

João Triguinho Lopes

Uma história de Natal

 

Raquel Carrilho

Trumpalhada Total

 

António Mário Lopes dos Santos

Orçamentos, coisas para político ver?